24 de jun de 2009

Técnicas de copiação – por Chico Guil, sofisticadamente copiado aqui!

Sábado, 25 de Abril de 2009

AS CRIAS DO CRIADOR

Quando não havia nada,

as tardes do Criador não eram tardes,

porque não havia os dias.

O Criador olhava para o nada

e nada sentia, nada pensava e nada vivia.

E como não havia nada

que o impulsionasse a criar coisa alguma,

lá ficou o Criador em seu nada,

dizendo para si mesmo

que inventar o mundo

era uma dificuldade danada.

Mas então o Criador inventou as vespas

que inventaram o papel,

depois inventou as aranhas,

que inventaram a rede e a tarrafa,

então inventou as espigas de milho

que inventaram a ordem unida,

e depois vieram as bromélias,

que inventaram a espiral,

e o copo de leite inventou a parábola,

as abelhas inventaram a monarquia

e o hexágono,

os fungos inventaram a penicilina,

e os pernilongos inventaram

a injeção intramuscular,

as maçãs inventaram a lei da gravidade,

as borboletas inventaram a flâmula,

as nuvens inventaram a eletricidade,

os lagos inventaram o espelho,

os rios inventaram a curva,

as sementes de dente-de-leão

inventaram o pára-quedas

e os pássaros inventaram

a si mesmos.

No sétimo dia Deus

inventou o homem,

que tem inventado as mais sofisticadas

técnicas de copiação.

Um comentário:

juju disse...

Fantástico!!!Realmente na natureza nada se cria, tudo secopia.

A BatataWeb na Web

Encontre a Batata Suíça na Web
Site | Blog da Batata | Facebook | Orkut | You Tube | BlogsEmBlogs | Picasa | Perfil Google | GoogleMaps | Twitter| Issuu
Ocorreu um erro neste gadget